04/06/2018 às 08:51

Agricultores investem em maquinário para produzir feno

Quando a qualidade da pastagem cai, a busca por feno aumenta. É sempre assim nesta época do ano. José Rubens Basseto se prepara com antecedência para ter alimentação suficiente para os animais.

O trabalho na fazenda dele é manual, o que compromete a eficiência. Por isso, ele sonha com a mecanização. O produtor diz que a tecnologia será importante também para lidar com os custos da mão de obra. Ele é um dos muitos produtores da região de Santa Cruz do Rio Pardo, no Centro-Oeste de São Paulo.

O agrônomo Antônio Salvador Consalter fala que a região oferece solos férteis e o clima é favorável para a produção de feno. Ao todo, são 680 hectares destinados a esse tipo de plantação.

Qualquer tipo de capim pode virar feno, mas nem todo feno é igual. As gramíneas forrageiras predominam no mercado. Os produtores preferem esse tipo de capim, chamado de coast-cross. A qualidade do feno está diretamente ligada ao tempo do corte. Quanto mais novo o capim, melhor.

Luiz Ataíde Scatamburlo produz feno em 70 hectares. Cada fardo pesa 20 kg e exige muito esforço dos funcionários. Com o tempo, ele resolveu mecanizar o trabalho.

O produtor montou os próprios implementos agrícolas ao custo de R$ 40 mil e conseguiu ampliar os lucros em cerca de 20%. Luiz diz que ganhou agilidade, produtividade e qualidade, além de garantir mais conforto aos trabalhadores.

Fonte: Portal G1 (http://portalmaquinasagricolas.com.br/agricultores-investem-em-maquinari...)

Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato do Comércio Varejista de Máquinas, Equipamentos, Peças e Acessórios para Uso na Agropecuária do Estado do Tocantins

  • Endereço:
    Rua D - Qd.10 - Lt. 1 a 5 - Nº 109 - Setor Engº Waldir Lins
  • CEP: 77423-030
  • Processo: 424
  • Telefone(s):(63) 3312-1285
    Fax:(63) 3312-1285
  • Email contato: sindimaquinasto1@gmail.com
  • Presidente:
    VALDEMIR DE SÁ